Você Empregado

Os elementos que podem impulsionar a sua carreira e talvez você não saiba

Karine Camuci

Um dos desafios ao longo da carreira de muitos profissionais é ser notado como alguém preparado para a nova etapa: uma promoção. No entanto, não basta ter apenas as habilidades técnicas para evoluir, pois as empresas esperam muito mais habilidades.

Para refletir sobre isso, trago as noções do sociólogo francês Pierre Bourdieu, que definiu os três atributos para uma pessoa a se destacar no âmbito social e profissional: os capitais econômico, social e cultural. O primeiro representa os recursos econômicos, como dinheiro e propriedades, que seria o dominante. O capital social é relacionado à rede contato e relacionamentos, que pode estar ligado ao econômico. Já o capital cultural diz respeito à educação intelecto e até a maneira de se vestir. 

Recentemente, em 2010, Catherine Hakim defendeu a existência de outro atributo: o capital erótico. Para a pesquisadora, isso não anula os demais, mas não é possível avançar na vida pessoal e na carreira sem capital erótico, já que ele permite quebrar os estigmas sociais, especialmente nos ambientes de trabalho. Além disso, pessoas com o capital erótico bem desenvolvido são mais persuasivas e reconhecidas como competentes.

No capital erótico, há uma ideia de que a beleza, o charme e até o talento para se vestir bem nascem com você, por isso a “elite” não pode monopolizar esses atributos. Quando você é reconhecido por isso, destaca-se ainda mais, porque é visto como alguém genuíno.

O que isso tem a ver com a sua carreira? Muitas pessoas têm ótimas especializações em suas áreas, acumulam anos de experiência e até contam com uma rede de contatos influente no seu trabalho, mas não conseguem alcançar uma promoção. Nesses casos, um dos pontos evidentes que pode faltar não é a capacidade técnica ou até o bom relacionamento interpessoal, mas o toque do capital erótico.

Para desenvolver o seu olhar rumo a uma promoção no trabalho, é possível aproveitar elementos essenciais do capital erótico que podem ser desenvolvidos, mesmo que hoje você não consiga identificá-los em si. Um deles é a atratividade, vista como uma característica que ajuda a olhar para a aparência e postura que você tem transmitido. Uma pessoa insatisfeita, por exemplo, não vai conseguir emanar beleza, pois será vista como alguém sem resultados, ao contrário de uma pessoa preparada para uma promoção.

Outro atributo do capital erótico é a vitalidade, mostrando disposição para crescer, tomar decisões, liderar ideias. Até mesmo a maneira como você se movimenta pela empresa pode falar sobre o quão disposto ou não está para avançar. O atributo social também importa: é a sua habilidade de conquistar pessoas. Você pode observá-lo na forma como interage e se relaciona com outros, a comunicação verbal e até corporal, buscando entender qual é a imagem que as pessoas têm de você e o que precisa melhorar.

Demonstrar dinamismo com bom humor e leveza também ajuda a se destacar no trabalho, sendo visto como alguém que cativa os colegas ao invés de deixar o ambiente tenso. Não menos importante do que isso, está sua apresentação social, afinal, o que você veste, o seu perfume e até a maquiagem que usa falam por si e transmitem alguma mensagem. Vestir-se como alguém que parece não ter o cuidado de limpar a roupa antes de uma reunião pode passar uma imagem muito inadequada. Por outro lado, escolher os tons certos e um acessório que mostra o seu bom gosto podem fazer você se destacar no meio de um escritório cheio.

Desenvolver o seu capital erótico é muito mais um exercício de dentro para fora do que o oposto. É olhar para si e buscar o potencial que possui para se comunicar bem, mostrar uma energia produtiva que está sempre em busca do próximo desafio e “encantar” as pessoas de forma natural, mostrando que esse é o seu talento: ser verdadeiramente quem você é e com vontade de conquistar mais.

Karine Camuci é consultora de carreiras e fundadora da Você Empregado, consultoria especializada em recolocação profissional e desenvolvimento de carreiras.

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *